Pergunte aqui
0

Estão resolvendo os problemas de corrupção de arquivos?

perguntadas 2015-07-05 13:54:02 +0200

imagem do gravatar de esp

updated 2015-07-05 14:31:58 +0200

imagem do gravatar de Olivier

Bom dia colegas! Utilizo esporadicamente o libre desde meus tempos de faculdade, quando ainda era chamado de staroffice, embora já tivesse sido aberto o código e lançado o OpenOffice. Naquela época, já era meio que do contra e enquanto todos utilizavam o office 2.000 eu já me aventurava no Sotaroffice e conseguia fazer as mesmas coisas entre os dois. Sem problemas. Por estar "sem problemas" resolvi fazer minha monografica com o SOffice, o que ia uma beleza, até o arquivo passar de 1 mega. Neste ponto começei a perder formatação, apareceu alguns comportamentos estranhos e finalmente o arquivo corrompeu. Uma hora tentando abrir o arquivo corrompido e ele abriu. Copiei o conteúdo e colei no Word. Tinha aprendido a lição, pelo menos até o momento. Posteriormente, lá pelo ano de 2006 novamente tentei o já openoffice e percebi no calc que perdia formatação em documentos mais elaborados. quando era aberto estava diverso de quando era fechado, embora não perdesse dados. Desisti novamente. Em 2010 me aventurei no Base. Bastou passar dos 20 megas que o layout ficou totalmente desconfigurado. Os dados estavam lá mas a interface... sem comentários. Este relato foi porque embora o libre tenha realmente se tornado um bom pacote, ocasionalmente vejo relatos a respeito de corrupção de arquivos. Corrupção é algo que não pode ocorrer, pois a disseminação de usuários só é suportada se houve confiança. Agora fica a pergunta: Estão tentando resolver o problema da corrupção de arquivos? Eu tenho medo quando o arquivo é um pouco mais elaborado ou passa de um mega pois quando passa deste tamanho é porque já teve muito trabalho envolvido. Quem sabe dimuindo funções e focando na confiabilidade... P.s. a função de fala de texto é uma que deveria existir.

editar alterar tag assinalar como ofensivo fechar mesclar Excluir

1 Resposta

0

respondidas 2015-07-16 15:40:35 +0200

imagem do gravatar de LuizCarlos18RJ

Caro amigo, faço de suas as minhas palavras.

Eu era um usuário Windows e quase tudo o que fazia era na gambiarra, me tornando um técnico meia-boca ( tinha um curso técnico de processamento de dados, mas era um aluno mediano ), não gostava de programar, nãos ei inglês, no curso não deu C, nem java, era pascal, delphi (ide) e visual basic, isso me viciou a uma programação de orientada a eventos e com gambiarra ( até hj não sei O.O nem java, quando tento ler , desisto por achar complicado demais ), mas adorei o MS-Access e nele me apaixonei por crirar bancos de dados com macros VBA, fiz muitos projetos que até hj satisfazem as pessoas para quem criei.

Minha vida profissional só mudou quando descobri o Linux, nele me incentivei a aprender informática de verdade, entrei pra uma faculdade e um curso de inglês e em breve vou refazer cursos de linguagem de programação, e POO para aprender certo dessa vez, no Linux to estudando shell script o que me ajudou muito a lidar com servidores, mas quando se trata de bancos de dados tive o desafio de migrar bancos antes feitos no MS Access agora para o LibreOffice Base usado onde trabalho, como parte do projeto "software livre" visando diminuir despesas com licençiamento.

Foi aí que minha saga com o libre começou: sem saber inglês não sabia nada de macro Oobasic, fui pesquisar e por meses vendo fórum do open office com o google tradutor, blogs independentes até que finalmente achei o ask libreoffice pt-br, o que me salvou, achei que era sozinho no mundo, pois ninguém que conheço na área de informática manja de programação com macros para libreoffice.

Conheci o access2base e já to dando vida aos projetos de migração do Access para o Base e agradeço muito a ajuda dos que me reponderam aqui, mas continuo no mesm problema que vc: a corrupção de arquivos!

Eu sempre do atualizando as versões do Libreoffice pelos últimos 3 anos como uma forma de tentar corrigir os bugs que o libre tinha, ao mesmo tempo quer adorei o Libreoffice, tb de vez em quando me dava ataque de ira e xingava, queria voltar ao MSOffice, pois o libre me dava muito trabalho corromopia os arquivos, objetos dinâmicos como combobox quando atualizava a versão do libre, "bugava" e tinha que refazer aquele formulário, não adiantava copiar e colar, tinha que abrir um projeto novo e refazer tudo, mas o código de macro continuava funcionando...enfim é uma luta enorme, queria que o pessoa investisse na robustez e confiança do libre, tem muito bug.

editar assinalar como ofensivo Excluir Link mais
Login/Registrar para responder

Ferramentas de perguntas

1 seguidor

Estatísticas

Perguntadas: 2015-07-05 13:54:02 +0200

Lidas: 422 vezes

Última atualização: Jul 16 '15